A Rosa dos Ventos

Clica na imagem para voltar

VOLTAR

 

A Rosa dos ventos é formada por 4 pontos cardeais:  Norte (N), Sul (S),  Este (E) ou Oriente e Oeste (O) ou Ocidente.

Há também 4 pontos colaterais:  Nordeste (NE), Sudeste (SE), Noroeste (NO) e Sudoeste (SO).

Os 8 pontos subcolaterais são: Nor-nordeste, Lés-nordeste, Lés-Sudeste, Sul-Sudeste, Sul-Sudoeste, Oés-Sudoeste, Oés-Noroeste e Nor-Noroeste.

 

A rosa-dos-ventos apareceu nas cartas e mapas a partir do século XIV, quando fez a sua primeira aparição nas cartas portulanos. O termo "rosa" vem da semelhança dos pontos cardeais da bússola com as pétalas desta flor. Originalmente a bússola era usada para indicar as direcções dos ventos,  mas os trinta e dois pontos da bússola são originários das direcções dos oito ventos principais, dos oito ventos secundários e dos dezasseis ventos complementares.

Na Idade Média, os ventos tinham nomes geralmente iguais aos dos países mediterrânicos, onde  passavam,  como tramontana (N), greco (NE), levante (E), siroco (SE), ostro (S), libeccio (SW), ponente (W) e maestro (NW). Nas cartas portulanos pode-se ver as iniciais destes ventos na ponta das "pétalas" como T, G, L, S, O, L, P, e M.

Os trinta e dois pontos são as divisões das direcções dos quatro ventos (os chineses dividiram a bússola em doze direcções principais baseadas nos signos do Zodíaco). Uma das primeiras coisas que os aprendizes de marinheiro ocidentais tinham de fazer era dizer todos os nomes dos pontos cardeais. 

Não há um padrão único para a construção de uma rosa-dos-ventos, e cada escola de cartógrafos parece ter desenvolvido o seu próprio. Nas primeiras cartas o norte era marcado por uma ponta de seta acima da letra T (de tramontana). O símbolo evoluiu para uma flor-de-lis na época de Colombo e foi vista primeiramente nos mapas portugueses. Também no século XIV, o L (de levante) na parte leste da rosa foi substituído por uma cruz, indicando a direcção do Paraíso (que se pensava estar localizado no Oriente), ou também onde Cristo havia nascido (no Levante).

Texto adaptado. Fonte: http://www.gisnet.com/notebook/comprose.html.

 

InícioTemasBiografiasLocaisExposiçõesActividadesFicçãoLigações |  Correio         

Todos os Direitos Reservados. Concepção e Manutenção: FernandoOliveira. Conteúdos: Alunos 2ºciclo e Professor HGP. Objectivos